Quinta, 13 de Junho de 2024 21:55
Capital EMPREENDEDORISMO

Oficinas do "Ela Pode" capacitam 80 mulheres em Porto Velho

Dez oficinas sobre empreendedorismo serão ministradas no auditório da Semdestur, nesta segunda e terça-feira (10 e 11)

11/06/2024 08h33
Por: Redação Fonte: SMC
Divulgação/Semdestur
Divulgação/Semdestur

Promovido pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora (Irme), com apoio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur) e do Google Brasil, o projeto “Ela Pode” acontece nesta segunda e terça-feira (10 e 11), no auditório da Semdestur, na rua General Osório, 81, Centro de Porto Velho.

Nestes dois dias, o evento acontece pela manhã, a partir das 8h30 até às 12h, e no período da tarde, das 14h às 18h. São dez oficinas que irão abordar sobre precificação, desenvolvimento de marca, autoconhecimento, autoestima e tudo o que envolve a capacitação de gestão ao empreendedorismo.

Esta é a segunda edição do projeto, que cadastrou cerca de 80 mulheres para as oficinas deste ano. Na primeira edição, em setembro de 2023, mais de 50 mulheres foram beneficiadas. O Ela Pode já aconteceu em 3.213 cidades e transformou a vida de mais de 122 mil mulheres.

A capacitação é voltada ao desenvolvimento socioemocional feminino, ajudando mulheres a se conhecerem melhor e vencerem seus desafios internos. Os cursos abordam várias áreas de conhecimento, desde o desenvolvimento emocional ao planejamento financeiro, passando por gestão de tempo e ferramentas digitais.

A capacitação é voltada ao desenvolvimento socioemocional femininoA capacitação é voltada ao desenvolvimento socioemocional feminino

Após as dez oficinas, as participantes estarão aptas a concorrer a um capital semente (recurso financeiro) de R$ 2 mil, possibilitando o desenvolvimento do seu negócio. "O "Ela Pode" é a segunda edição aqui em Porto Velho, mas no Brasil, já aconteceram mais de 3 mil edições, beneficiando mais de 122 mil mulheres, onde eu tenho certeza de que isso pode ser o pontapé para ela melhorar ou começar a empreender", comemorou a secretária da Semdestur, Glayce Bezerra.

Queiliane Castro é uma das mulheres e mãe atípica que está participando do Ela Pode. Ela trabalha com estamparia regional e é proprietária da loja Flor do Maracujá Modas, localizada na rua Manoel Laurentino, 1981, no bairro Embratel.

"Vim em busca de qualificação profissional do ramo da parte de estamparia regional, porque aqui eu creio que vou encontrar uma ênfase para o que eu venho buscando, oferecer qualidade e não somente produtos, e podermos oferecer algo bem individualizado, porque vão orientar a gente sobre a questão da qualidade do atendimento, da gestão financeira. A gente está aqui hoje em busca desses novos conhecimentos", explicou.

Juçara Rodrigues Pedroza, há cerca de 7 anos confecciona laços e acessórios de criança. Para ela, a capacitação é imprescindível para a aquisição de maiores conhecimentos. "Como eu trabalho com o Instagram, sabia da realização desse evento e esse tipo de capacitação é importante para as mulheres que são empreendedoras, por proporcionar mais conhecimento profissional, o que vai ajudar no desenvolvimento dos nossos produtos", comemorou a artesã.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias