Take a fresh look at your lifestyle.

Público aplaude balé do Sesi em cena aberta

Divido em três atos, a apresentação da academia de balé do Sesi de Porto Velho, com a participação de 150 bailarinos, emocionou o público que não poupou aplausos e elogios às performances solo e em grupo que, com maestria demonstraram perfeita sincronia na ocupação do espaço cênico. O espetáculo aconteceu na noite de sábado, 19, no Teatro Palácio das Artes, na capital.

Em duas décadas e meia de atividades, a Academia de Balé do Sesi tem participado, com destaque, de festivais, mostras e eventos nacionais conquistando prêmios e o aplausos do público e da crítica especializada.

Coreografadas pelas professoras Rita Nascimento e Tácia Silva de Sá Barreto, os alunos tiveram apenas dois meses para ensaiar todas as danças. A primeira parte da 26ª Mostra de Dança do Sesi contou com a apresentação do baby balé com as danças O sonho de Branca de Neve; o mistério de Esmeralda; Lollipop em A Festa e a pequena sereia em alto mar.

Na segunda parte, o balé de repertório com o Quebra Nozes que trouxe dezenas de bailarinos e figurantes para o palco para representar a grande festa de aniversário da personagem principal. Figurino caprichado, os bailarinos mostram talento, desenvoltura e muita emoção na ponta dos pés e nos passos primorosos e perfeitos, encantando o público que, aplaudiu o espetáculo em cena aberta.

Criado por Ilitch Tchaikovsky baseado no conto “O quebra-nozes e o Rei dos camundongos”, o balé apresentado pela primeira vez em 1892 em São Petersburgo, retrata a história de uma menina chamada Clara que na festa de Natal ganha de presente um quebra-nozes. Em sonhos o quebra-nozes se transforma em um príncipe e juntos os dois vivem aventuras na terra da neve.

Vida nordestina que encerrou o espetáculo, a coreografia de Rita Nascimento trouxe para a cena a trajetória sofrida dos retirantes nordestinos fugidos da seca e da fome que, buscam no sudeste uma forma de sobrevivência. No entanto, as desilusões e a saudade da terra natal se transformam em vontade de voltar para casa. Apresentação primorosa contou com uma trilha sonora especialmente escolhida e ainda cenas mostradas ao fundo em um imenso telão.

Segundo a professora Rita Nascimento a equipe teve pouco tempo para ensaiar, mas todos trabalharam com dedicação. “Tivemos apoio total da direção do Sesi e também dos pais e a parceria da professora Tácia, excelente profissional. Hoje lotamos o teatro com a apresentação do Quebra Nozes, um balé muito conhecido e estamos satisfeitos com o resultado”, disse. Rita acrescenta que a cultura é fundamental e o Sesi faz isso com excelência. Falou da alegria de atuar no Sesi, onde trabalha há 25 anos.

“O espetáculo foi maravilhoso” comentou a superintendente do Sesi-RO, Elisabeth Urban. “Todos capricharam e a energia foi contagiante. É isto que precisamos trabalhar. A questão da cultura, da educação, pois é isso que faz com que motivemos as pessoas, seja adulto ou criança, para a qualidade de vida. Precisamos vencer uma série de desafios, mas o importante é batalharmos por um espaço que promova a cultura e neste sentido, o Sesi está cumprindo seu papel”, afirmou.

A Conselheira do Sesi e Senai-RO, Tereza Janete marcou presença e elogiou o evento. “Tenho acompanhado todas as atividades culturais e de outras área de atuação do Sesi e fica cada vez mais evidente a qualidade em tudo que esta equipe realiza. Aplaudi o espetáculo e testemunhei o entusiasmo do público que lotou o teatro, este lindo espaço lindamente ocupado pelos bailarinos da Academia do Sesi que, brilharam mais uma vez”, disse.
A estudante e aluna de balé Carolina França falou que adorou a apresentação e que tem acompanhado os espetáculos há quatro anos. A colaboradora da Fiero Edite Bazan, cuja filha também se apresentou, destacou que a cada ano o espetáculo está cada vez melhor.

Antes e depois do espetáculo os espectadores visitaram a exposição com fotos dos bailarinos. O registro é da fotógrafa Eliane Zuanazzi, profissional com anos de experiência que tem registrado as apresentações dos alunos da Academia de Sesi.

“Felizmente mais uma fase do trabalho concluído. Em poucos dias produzimos muito, mas nada seria possível sem o conjunto da obra” garante a fotografa. “Meus agradecemos a parceria das professoras Rita e Tácia, de todo o corpo de bailarinos e os pais que, mais uma vez confiaram no nosso trabalho. Agradeço também ao Sesi e ao apoio da Fabiana Amaral, Lidiane Bandeira e do Cleison Cortez”, finalizou. v

Comentários
Carregando...