PRONATEC

Ângela Portela critica cortes em programas voltados para os jovens

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

A senadora Ângela Portela (PT-RR) criticou em pronunciamento no Plenário, a redução dos recursos federais para o Ciência sem Fronteiras e para programas como os de financiamento estudantil (Fies) e de ensino técnico e acesso ao primeiro emprego (Pronatec).

Dizendo que já havia alertado o governo nesse sentido, ela enfatizou que o ajuste fiscal não pode atingir verbas destinadas às políticas de apoio à juventude. Segundo ela, os programas “são investimento no futuro do país” e podem contribuir para a formação de jovens com capacidade de alavancar o desenvolvimento nacional.

Outra razão para preservar as políticas de apoio aos jovens, de acordo com a senadora, é que eles já vivem numa situação de vulnerabilidade social maior, sendo os mais afetados e prejudicados pela violência e pelo desemprego, por exemplo. Ela diz que cortar programas voltados para essa faixa da população pode agravar a situação.

— Os índices de mortes por armas de fogo são em média duas vezes maiores entre pessoas de 15 e 29 anos. É fundamental adotar ações coordenadas na área de segurança pública, com maior controle de armas e policiamento melhor preparado e equipado em regiões mais sujeitas à violência. Mas é igualmente fundamental não somente manter, mas ampliar os investimentos em educação — ressaltou.

Ângela Portela também desejou sucesso aos quase 8 milhões de brasileiros que, no próximo final de semana, farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Ela destacou que o Enem se tornou, em todo o país, na principal porta de entrada para a universidade.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com