Prefeito Hildon Chaves quer melhorar qualidade do transporte coletivo com contratação de novas empresas

Hildon Chaves quer contratar nova empresa para prestar o serviço de transporte coletivo em Porto Velho

Ao fazer um balanço de suas ações a frente da Prefeitura Municipal de Porto Velho em 2019, na área de trânsito, mobilidade e transporte, tendo como secretário, Nilton Kisner, o prefeito de Porto Velho Hildon Chaves, destacou o lançamento do edital de concorrência para a contratação de Concessão para Prestação de Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros do Município de Porto Velho, pelo período de 15 anos, podendo ser prorrogado por mais 5 anos. “Esperamos que com a licitação para a contratação de nova empresa prestadora de serviços o atendimento do transporte coletivo fique a contento para a população, que merece um serviço bom e de qualidade”, destacou o prefeito.

SEMTRAN

A Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes -Semtran, tem a missão de planejar, organizar, dirigir, coordenar, executar, delegar e controlar a prestação de serviços públicos relativos a transporte coletivo e individual de passageiros, tráfego, trânsito, gestão de calçadas, meio ambiente urbano, polos geradores de tráfego e sistema viário, sempre observado o planejamento urbano municipal.

TRANSPORTE

Por determinação do prefeito Hildon Chaves, a Semtran lançou o edital de concorrência para a contratação de Concessão para Prestação de Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros do Município de Porto Velho, pelo período de 15 anos, podendo ser prorrogado por mais 5 anos.

Realizou a implantação de 68 abrigos de parada de ônibus, com previsão de implantar mais 82 até o final de dezembro, totalizando 150.

Elaborou o Programa Adote uma Parada de Ônibus (P.A.P.O), que permite uma parceria público-privada visando a confecção, instalação e manutenção de 213 abrigos de parada de ônibus, e como contrapartida, permite a exploração publicitária nos totens do mobiliário urbano.

Por meio da Semtran, a Prefeitura realizou 4.170 atendimentos de serviços de transportes, dentre regularização de autorizações, cadastramento e recadastramento de condutores, substituição de veículos, vistorias, renovações e emissão de alvará dos diversos modais de transporte, como táxi, mototáxi, vicinais, escolares, fretamento e serviços funerários.

Foram mais de 3 mil vistorias em veículos dos modais de transporte, tais como ônibus, táxis, mototáxis, escolares, aplicativos e funerárias; 43 blitzes para fiscalizar transportes irregulares, sendo apreendidos 56 veículos em situação irregular. Além disso, foram apuradas 141 denúncias.