Take a fresh look at your lifestyle.

Opinião de Primeira – Os que ofendem, criam fakes e tentam destruir biografias na internet continuam covardes, mas já não são impunes!

Os covardes que usam as redes sociais para atacar a honra das pessoas, andam se dando mal. Não só eles, mas também os idiotas descerebrados, que, imaginando que a internet é terra sem lei, curtem e compartilham comentários ofensivos e mentirosos, sob o manto de uma covardia real, supondo um anonimato, que, na verdade,  jamais os protegerá. A Justiça anda de olho. Exemplo disso foi o que aconteceu essa semana, quando a juíza Luciane Sanches determinou que o réu Eli Gomes da Silva, retirasse as ofensas que publicou sobre o apresentador de TV e empresário Everton Leoni. O Judiciário foi acionado porque Everton, cansado de ser vítima de postagens difamatórias, não silenciou. Um dos homens de TV e Rádio mais queridos do Estado, respeitado por todos os rondonienses decentes, que acompanham seu trabalho e sua contribuição para o desenvolvimento dessa terra há décadas, Everton estava sendo atacado, gratuitamente, por Eli, militar do Exército, com calúnias e difamação e sem dar ao jornalista qualquer direito de defesa. Antes mesmo do prazo dado pela Justiça, o militar já retirou todas as besteiras que publicou. O advogado Juacy Loura Júnior, que representa Everton, já avisou: “há outros casos já encaminhados ao Judiciário, alguns na área Cível, com pedido de indenização e outros também na área criminal. É bom lembrar que a internet tem leis, regras e que a legislação prevê punições pesadas a quem comete esse tipo de crime.

Nesse contexto, é sempre bom sublinhar que há uma grande preocupação nacional com a divulgação de Fake News. Elas já influenciaram muito na eleição passada e, em outubro, quando teremos escolhas de novos Prefeitos e Vereadores em todo o país, certamente a internet será usada, de novo, para tentar destruir carreiras e biografias. É importante que todos os ofendidos não se calem. Que não usem das mesmas armas, mas que recorram à Justiça, porque ela sim, pode senão acabar, ao menos diminuir tantas mentiras e desrespeito. As Fake, aliás, já existem há décadas, obviamente com outros nomes. Foi através de uma Fake que a Revista Veja, na época muito conceituada e com milhões de leitores, destruiu a carreira do então presidente da Câmara Federal, Ibsen Pinheiro, que comandou as sessões em que Fernando Collor de Mello foi cassado.

Por ordens superiores, um jornalista inventou uma série de mentiras (anos depois, ele, o repórter, contou toda a verdade, que é pública!), que acabaram com a carreira de Ibsen, que, aliás, morreu essa semana, levando consigo essa enorme mágoa. Mas agora a mão pesada da Justiça está presente. Portanto, antes de ser gerido pela ignorância e pela burrice, imaginando impunidade, que os detratores da internet saibam que continuam covardes, mas não anônimos. E nem impunes…

OS CHINESES VÊM A RONDÔNIA

Claro que os riscos são muito pequenos, mas mesmo assim a Secretaria de Saúde do Estado está atenta e de olho no noticiário sobre o coronavírus, que surgiu na China e está assustando o mundo. Embora com uma taxa de mortalidade que não é considerada das mais altas, como outros vírus perigosos (a do coronavírus é em torno de 4 por cento), ele se dissemina com enorme facilidade, apenas pelo contágio humano. Rondônia recebe visitantes chineses, principalmente homens de negócios e intermediários que vêm tratar de compras dos nossos produtos, como a soja e daqueles interessados nas empresas de geração de energia. É sempre bom ter cuidado, redobrar a higiene pessoal e, em qualquer sinal de febre, sem causa conhecida, toda a pessoa que a sentir deve informar as autoridades. Já há três casos suspeitos no Brasil. A doença atemoriza o Planeta e estamos todos nele. Portanto, age certo a Sesau em se preocupar com o assunto, mas, é claro, sem qualquer alarde.

“FOGO AMIGO” NA TROCA DA SEJUS

Não foi de um dia para o outro. A saída da secretária de Justiça do Estado, Etelvina da Costa Rocha, que, apesar do sobrenome, não é parente do Governador, já se desenhava há bastante tempo. Em dezembro, ela chegou a pedir demissão pessoalmente ao Governador, mas ele não aceitou. A partir dali, ao invés de melhorar, a situação interna na Sejus não melhorou. Não estava nada bom o relacionamento da agora ex secretária com membros da sua equipe, principalmente com seu coordenador do sistema prisional, Célio de Lima. Um evento em que a secretária teria pedido o desligamento de um servidor da Sejus em Rolim de Moura, por ter feito críticas a ela e ao governo, sem que fossem apresentadas provas, teria sido a pá de cal sobre o comando de Etelvina na Secretaria. Ela pediu demissão do cargo em caráter irrevogável a Marcos Rocha e ele, dessa vez, aceitou. Várias fontes consultadas afirmaram que a secretária, trazida de Ji-Paraná para compor a equipe de Governo, estava fazendo um trabalho bastante positivo à frente da Secretaria. Até o final do dia, não havia ainda sido divulgado o nome do substituto. À pessoas conhecidas, a secretária teria dito que sua saída da Sejus se deveu ao famoso ”fogo amigo”!

BRUNO VALVERDE, O NOVO ADVOGADO DO PREFEITO

Anotem esse nome: Bruno Valverde! O jovem, mas já experiente advogado é um nome em ascensão em Rondônia. Doutor em Direito Constitucional.  presidente da Comissão de Ensino Jurídico da Seccional da OAB/RO;  nomeado pelo presidente regional da OAB, Elton Assis, membro da Comissão Nacional de Educação Jurídica do Conselho Federal da OAB, Bruno foi contratado pelo prefeito Hildon Chaves, desde meados de 2019, para acompanhá-lo em suas ações pessoais e atividades  privadas, mas  também para coordenar questões jurídicas da campanha eleitoral, caso o atual alcaide da Capital decida mesmo disputar a reeleição, o que ainda não está definido. Na semana passada, o jovem advogado e professor da Universidade Federal de Rondônia, profundo conhecedor da legislação eleitoral, fez uma palestra ao Prefeito e seus secretários e assessores, com todas as orientações sobre como devem agir nesse ano de eleições. Como, por exemplo, a saída do cargo daqueles que pretendem ser candidatos em outubro. O prazo final é início de abril. O que se sabe é que Hildon está bastante satisfeito com as ações do seu novo representante legal. Bruno Valverde, aliás, é nome muito conhecido nos bastidores do Direito e circula muito bem na cúpula do mundo jurídico rondoniense. Conquistou o respeito de muita gente, pelos seus conhecimentos jurídicos e importantes vitórias nos Tribunais. Agora começa igualmente a ser conhecido de outras personalidades políticas e empresariais do Norte do país.

UMA CIDADE QUE VIROU RIO

Chuva torrencial, cidade embaixo d´água. Há pelo menos 50 anos, toda a vez que cai uma chuvarada na cidade, muitas ruas de Porto Velho viram verdadeiros rios, em algumas das suas áreas. A ocupação desordenada, a falta de escoamento das águas; a falta absurda de  infraestrutura, deixa a Capital rondoniense em estado quase de calamidade, E a cada ano a situação vai piorando. Quando mais gente, quanto mais bairros, quanto mais ruas improvisadas e invasões; quanto mais bueiros entupidos de lixo, pior fica a situação. A noite da segunda-feira foi mais uma daquelas de terror. Dezenas de pessoas ficarem presas na enchente, algumas delas dentro dos seus carros, com a água subindo até perto do vidro. Vários depoimentos foram dados, até por famílias inteiras, que correram risco de vida, com a água chegando a entrar no carro. Uma hora e meia de chuva torrencial transformou grande parte da cidade em áreas totalmente alagadas. Um terror. Quando isso vai acabar? Ninguém sabe!

FESTA PARA A BANDA QUARENTONA

Festa e mais festa! Aliás, com todo o merecimento. A comandante da Banda do Vai Quem Quer, maior bloco carnavalesco popular da região norte e um dos maiores do Brasil, Ciça Andrade, planejou várias comemorações neste ano em que a Banda, fundada por Manelão, pai dela, chega aos seus 40 anos. Até o grande desfile da Banda, no dia 22 deste fevereiro que está chegando, pelo menos três grandes eventos, na praça das Caixas D´Água, serão realizados.  Neste sábado, 1º de fevereiro, haverá a primeira festividade, com apresentações das marchinhas dos primeiros dez anos. No outro sábado, do décimo ao vigésimo ano. No terceiro, dia 15, as músicas dos últimos 20 anos. Todos os sábados, a farra começa ao meio dia e vai até 10 da noite. No dia 22, a Banda quer reunir mais de 100 mil pessoas, o que tem feito, aliás, pelo menos nos últimos 20 anos. O legado de Manelão vai sair às ruas. Mais uma vez…

PODERES UNIDOS: PARCERIA QUE DEU CERTO

A reabertura do ano Judiciário, na segunda-feira, teve a presença do chefe da Casa Civil, Júnior Gonçalves, representando o governador Marcos Rocha. Junior, aliás, está cada vez mais prestigiado no palácio Rio Madeira/CPA e tem encontrado um canal de diálogo sempre aberto com os demais poderes. Tanto no Judiciário quanto na Assembleia, as relações com o Executivo estão extremamente positivas. Em texto divulgado pelas redes sociais, Júnior destacou que “o Executivo tem buscado sempre a harmonia. Prova disso foi o cumprimento do teto de gastos no ano passado”. Lembrou ainda que “todos os Poderes se uniram para esse objetivo comum”. A criação de uma “Força Tarefa” nessa direção, sublinhou, “permitiu que o Estado cumprisse o compromisso com o limite de gastos em 2019, e também fez com que Rondônia entrasse em 2020 com o orçamento com superávit de 300 milhões de reais”. Ou seja, as notícias deste 2020 que está começando, na área financeira, para o governo Marcos Rocha, são bastante positivas. Se for mantido o mesmo controle do ano passado, certamente Rondônia seguirá  como um exemplo para o Brasil, nesse contexto.

CALENDÁRIO DA GRANA PARA 2020

Aliás, dentro do mesmo contexto, há que se comemorar que nessa terça, dia 28, os servidores do Estado receberam seus salários de janeiro. Grana no bolso dos mais de 50 mil rondonienses que são funcionários do Estado. Receberam novamente dentro do mês trabalhado. Ficou lá num passado muito, mas muito distante, os tempos em que o funcionalismo público de Rondônia,  passava meses sem ver a cor de seus salários. Desde Ivo Cassol que não há mais essa grave doença em Rondônia. Confúcio Moura manteve o mesmo rigor com o pagamento do funcionalismo. Marcos Rocha criou um calendário de pagamentos no seu primeiro ano de governo e o cumpriu rigorosamente. Agora, repete a dose. O Estado já tem as datas de pagamentos dos salários até dezembro deste 2020. E mais: agendou a primeira parcela do 13º para a primeira semana de julho e a segunda parcela para a segunda semana de dezembro. Os servidores podem programar todo o seu ano, sabendo que terão seus salários depositados exatamente nas datas marcadas. Golaço!

PERGUNTINHA

Você sabia que, além da chuva torrencial que alagou Porto Velho na noite de segunda-feira, a tormenta ainda registrou nada menos de 2 mil raios em poucas horas?

Autor: Sérgio Pires
Colunista 
Comentários
Carregando...