Take a fresh look at your lifestyle.

Opinião & Comportamento | Filhos do Carnaval: até quando?

“Independentemente de qualquer coisa, falamos de uma vida e não de um brinquedo ou um bem material, que quando enjoamos, jogamos fora ou damos para os outros!” – | Felipe de Jesus |

Sociólogo ■
– Felipe de Jesus
Foto: Notícias – UOL

Ter um filho com certeza é uma das maiores alegrias das mulheres e de muitos  homens no mundo todo. No entanto, é preciso se preparar para trazer mais uma vida para o nosso convívio social, já que esse ser humano precisará de cuidados e acima de tudo, de muito carinho e atenção a vida toda. O problema é que irresponsavelmente, muitas mulheres, além de não se preparem para ter filhos, acabam tendo eles através de relacionamentos sem futuro e o pior, durante o feriado do Carnaval.

Parte das mulheres (em sua maioria jovens) que entram no processo de gestação após a festa momesca no Brasil, não esperavam por uma gravidez! Na verdade, elas apenas tinham em mente curtir os quatro dias de folia e mais nada! No entanto, no “fervor” da alegria contagiante do momento, acabam dando abertura para “relacionamentos passageiros” que surgem pelo consumo exagerado de bebidas alcoólicas e algumas (até mesmo), pelo uso de drogas. Mas, além desses dois motivos, existem casos de mulheres que acabam engravidando durante o Carnaval através de uma situação constrangedora, triste e humilhante, como, exemplo, o estupro coletivo. 

O resultado de tudo isso? Filhos gerados a partir do Carnaval que nem sempre terão um futuro promissor. Ou seja, com mães dispostas a cuidar com todo o amor que eles merecem! Infelizmente, o resultado de uma irresponsabilidade ou de um ato não pensado ou até mesmo forçado e humilhante, é que esses filhos acabam pagando um preço muito alto, tanto pela falta de um pai presente, quanto de uma mãe conformada com tudo isso.

“Existe uma grande diferença entre curtir a festa momesca com responsabilidade e jogar fora planos e sonhos por causa de um ato impensado ou situação constrangedora, que às vezes, poderia ser evitada”. – | Felipe de Jesus |

Quando falamos de filhos, o primeiro pensamento que deve vir a cabeça das mães e dos pais, é de, como será o futuro dele? Será que darei conta de arcar com tudo? Como ele enfrentará tudo o que nós já enfrentamos aqui? Por isso, independentemente de qualquer coisa, falamos de uma vida e não de um brinquedo ou um bem material, que quando enjoamos, jogamos fora ou damos para os outros!

Pense nisso |

O Carnaval é uma das festas mais populares do Brasil e disso ninguém duvida. No entanto, existe uma grande diferença entre curtir a festa momesca com responsabilidade e jogar fora planos e sonhos por causa de um ato impensado ou situação constrangedora, que às vezes, poderia ser evitada.

Filhos são para sempre e devem ser levados a sério em qualquer momento de nossas vidas. Pense nisso.

Comentários
Carregando...