São Francisco do Guaporé

Economia aquecida com início da obra no lote 03 da BR 429

quarta-feira, 13 de abril de 2011

O comércio do município de São Francisco do Guaporé, cidade onde o consórcio Fidens/Mendes Júnior instalou o canteiro de obras para a pavimentação da BR-429 no lote 03, vive um momento diferente e animador. A concentração de trabalhadores contratados para o serviço e a chegada de novas pessoas que se instalam no município por acreditar no crescimento da região refletiu num considerável aumento nas vendas e incrementou o setor imobiliário.

“Terras que antes valiam R$ 4 mil, hoje valem o dobro, tudo isso foi observado logo nos primeiros dias de movimentação do canteiro de obras”, falou entusiasmado o prefeito do município Jairo Borges (PR). O prefeito ainda destaca que esse novo momento econômico de São Francisco também mostra a vinda de pessoas que acreditam no crescimento da região com a chegada do tão sonhado pavimento. “Elas estão percebendo o nosso potencial agropecuário e têm novos horizontes, pensam em investir, ampliar as terras, pois a estrada vai facilitar o escoamento e vai trazer novas indústrias, principalmente de laticínios e frigoríficos”, salienta o prefeito.

O dinheiro que circula em função da chegada dos trabalhadores é facilmente observado no comércio. O gerente de uma loja de móveis e eletrodomésticos, Anderson Francisco de Oliveira, fala que o movimento na cidade melhorou muito após o início da obra, concorda com a valorização dos imóveis e destaca que suas vendas aumentaram bastante. “Tivemos que readequar nossas compras e aumentar nosso estoque para poder atender as novas demandas”, disse animado.

Além da falta de vagas em hotéis e da procura por restaurantes, outro setor bastante movimentado é das lojas de agropecuária, João Carlos Volpato, comerciante, salienta que o início do pavimento na BR-429 e a constante manutenção realizada pelo DNIT do trecho em que ainda não está pavimentado, reduziu o custo do frete, diminuiu o tempo do transporte e consequentemente reduziu os custos. “O produtor agora compra aqui com o mesmo preço lá de fora. Temos mercadoria mais barata e com mais qualidade”, fala entusiasmado.

A secretária de governo, Sandra Regina de Carvalho, fala que esse novo momento está sendo olhado com carinho pela prefeitura. “Vamos concentrar nosso esforços, em função do aumento da arrecadação municipal com a chegada da obra, na Educação e na Saúde para poder garantir esse atendimento básico as pessoas que estão chegando”, afirma. Ela também destaca que a prefeitura vai iniciar uma intensa campanha com os comerciantes para prepará-los para esse novo momento e incentivar a vinda de novos investidores, principalmente de indústrias.

A obra de pavimentação da BR-429 no lote 03, que compreende o município de São Francisco do Guaporé até o distrito de São Domingos em Costa Marques, tem um total de 82 km de extensão. No mês de março o consórcio deu início a várias frentes de trabalho para os serviços de drenagem e espera o fim do inverno amazônico para agilizar a execução da terraplanagem, iniciada em alguns pontos, porém ainda de forma tímida em função das chuvas. A expectativa da direção do consórcio é ter contratados no pico da obra até 600 funcionários, fora os terceirizados para tentar concluir o pavimento no lote ainda este ano.
Com uma extensão de 385,9km, a BR-429 é uma rodovia de ligação da BR-364 até o município de Costa Marques, na fronteira com a Bolívia. Denominada na região de Rodovia da Integração, vai retirar do isolamento os cinco municípios localizados no eixo da rodovia que sempre tiveram dificuldade de desenvolver e de escoar sua produção, principalmente na época das chuvas, em função da falta da pavimentação.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com