Presidente Médici

Operação investiga fraude em licitação da Prefeitura de Alvorada, RO

domingo, 22 de novembro de 2015

A Polícia Civil realizou  a Operação Chronos, que investiga um suposto esquema de fraude em licitação e peculato na Prefeitura de Alvorada do Oeste (RO). O secretário municipal de Obras, João Carlos Fabris Junior, foi afastado do cargo por suspeita de participar do esquema. Ao todo foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão.

De acordo com o delegado Silvio Hiroshi Yamaguchi, o possível esquema de desvio acontecia na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Semdur).

A polícia encontrou indícios de irregularidades na locação de uma retroescavadeira de uma empresa que pertence a João Carlos.  “Existe um contrato com está empresa desde 2014. Encontramos documentos que comprovam que a máquina é do secretário”, afirma Hiroshi.

Para a Polícia Civil, a empresa foi utilizada apenas para dar aspectos de legalidade às licitações. As investigações apontam também que o instrumento original que mede a quantidade de horas que o veículo esteve em funcionamento foi substituído por um equipamento paralelo e instalado de maneira clandestina à bateria. A máquina ficava com a chave na ignição e o aparelho poderia marcar horas trabalhadas mesmo com o motor desligado.

De acordo com o Hiroshi, os esquemas causaram enriquecimento ilícito do secretário, mas ainda não tem como precisar o valor desviado no suposto esquema. “Foram feitos pagamentos pela prefeitura à empresa. Sabemos que a máquina prestou alguns serviços. Com os documentos apreendidos vamos descobrir quais trabalhos foram feitos pela máquina e quais valores foram desviados”, explica Hiroshi.

Operação investiga fraude em licitação (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)Operação investiga fraude em licitação
(Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Além de afastado, o secretário está impedido de ter acesso a órgão vinculado à prefeitura.

Por telefone, o G1 tentou contato com o secretário João Carlos Fabris, mas as ligações não foram atendidas. A Prefeitura de Alvorada do Oeste não se pronunciou sobre o caso.

Operação Chronos
Conforme a polícia, como suposto esquema tratava do desvio de dinheiro através do tempo de utilização do maquinário, o nome da operação remete a um deus da mitologia grega, dado como o criador do tempo.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com