Ji-Paraná

Ji-Paraná discute Plano de Desenvolvimento Sustentável

quarta-feira, 29 de junho de 2016

 

Representantes da sociedade organizada dos municípios de Presidente Médici, Alvorada do Oeste, Urupá, Teixeirópolis e Ji-Paraná participam nesta segunda-feira (27) das discussões sobre a elaboração do Plano de Desenvolvimento Sustentável de Rondônia (PDES), o planejamento estratégico do Governo de Rondônia que deverá nortear os rumos do desenvolvimento estadual no âmbito socioeconômico até o ano de 2030. A audiência pública foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Ji-Paraná.

Pela proposta, o Governo de Rondônia apresenta à sociedade a vocação econômica e social da região previamente identificada por meio de estudos técnicos e põe em apreciação dos participantes, que podem apresentar outras sugestões. O objetivo é traçar as ações que deverão ser aprimoradas e inscritas no Plano de Desenvolvimento Sustentável de Rondônia (PDES) nas áreas sociais, econômicas, ecológica, ambiental e política.

Para o vereador ji-paranaense Edvaldo Gomes a audiência pública é importante porque norteia o desenvolvimento do estado.

De Presidente Médici, o vereador Rubi Ferreira entende que o governo estadual precisa ajudar mais os municípios da região no que diz respeito ao setor produtivo. A manutenção de estradas vicinais e asfaltamento urbano fazem parte das sugestões do vereador. “Somos gratos ao governador Confúcio Moura que já provou que ajudar os municípios traz resultados positivos para o desenvolvimento, mas entendemos que todo governante precisa ajudar mais os municípios”, disse o vereador, referindo à importância de planejar o as ações futuras.

O técnico da Secretaria de Estado de Planejamento (Sepog) Natan Oliveira, um dos palestrantes, destacou que o governo estadual está com as contas no azul, operando dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e que o maior desafio do Governo é investir em inovações tecnológicas. “Essas inovações abrem mercados”, assinalou, referindo ao potencial regional do agronegócio.

O tecnólogo em Gestão Ambiental Gilson Prates avalia a audiência pública como sendo importante para as discussões acerca do Meio Ambiente e sugere a inclusão no PDES de mais políticas públicas sobre educação ambiental. “A área ambiental é fundamental para a sobrevivência da humanidade. Por isso é importante a conscientização de preservação”, disse Prates. “Ações sustentáveis é uma responsabilidade de cada um de nós”, assegura a coordenadora do PDES, Zilene Rabelo.

Para o secretário executivo regional em Ji-Paraná, Romildo Pereira, “ao Governo está destinado o papel fundamental de assegurar as condições para que as medidas de política sejam prosseguidas, mas caberá ao setor privado a importante tarefa de consolidar atividades nas quais a região tem vantagens competitivas dinamizando a economia regional”.

PDES

O Plano de Desenvolvimento Sustentável de Rondônia (PDES) é estruturado nas diretrizes macroeconômicas básicas, que são: territorialização e gestão ambiental, bem estar social, competitividade sustentável e modernização da gestão pública.

A construção desse instrumento de gestão estabelece o planejamento do desenvolvimento sustentável regionalizado de Rondônia com base no conhecimento da realidade local. Para tanto, a participação da sociedade é fundamental para a redução de desigualdades entre as regiões, evitar desperdícios e ofertar políticas públicas eficientes e eficazes possibilitando a promoção da igualdade de oportunidades para todos os cidadãos.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com