Guajará-Mirim

Técnico Ariel Mamede analisa empate contra o Guajará e fala sobre a própria expulsão

terça-feira, 8 de março de 2016

Após o empate na estreia contra o Guajará, o Rondoniense imediatamente já reiniciou os treinos. Os jogadores se reapresentaram ainda na tarde de domingo, mas nesta segunda-feira ganharam folga. O técnico Ariel Mamede analisou o empate fora de casa, citando a dificuldade de jogar em um campo encharcado.

“Foi um jogo atípico. Claro que esperava um vitória, um campo em situações melhores de jogo. A situação era totalmente impossível de se praticar um bom futebol, se tornou um jogo de contato, de bola aérea, isso atrapalhou um pouco o que é a espinha do nosso time”, disse o treinador.

O gol de empate do Guajará, foi marcado por um pênalti ainda no primeiro tempo. Segundo Ariel, foi um pênalti polêmico. A arbitragem também teria se equivocado ao deixar de marcar duas penalidades máximas para o Periquito. Ariel foi expulso no segundo tempo da partida por reclamação.

“Um árbitro jovem, muito nervoso nas suas decisões. Deu um pênalti polêmico, e deixou de dar dois pênaltis para nossa equipe claros. Muito nervoso durante o jogo, demorando a tomar decisões e acabou, num momento de discussão, me pedindo pra sair. Mas nada demais. O importante é agora a gente trabalhar, para que no jogo com o Ji-Paraná seja diferente”, afirmou o treinador.

O Rondoniense volta aos treinos normais, em dois turnos, a partir de terça-feira (7), já focado no jogo contra o Ji-Paraná, no estádio Aluízio Ferreira.

Fonte: Ivanete Damasceno

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com