Espigão do Oeste

Duas pessoas continuam foragidas da Operação Crátons, em RO

sábado, 12 de dezembro de 2015

As investigações da Operação Crátons deflagrada em Rondônia na última terça-feira (8), continuam. De acordo com a Polícia Federal, até o momento foram emitidos 11 mandados de prisão nos municípios de Cacoal e Espigão do Oeste, porém apenas nove foram cumpridos, sendo que duas pessoas estão foragidas. Dos presos, seis são lideranças indígenas.

Ainda segundo a polícia, durante toda a quinta-feira (10) os indígenas serão ouvidos pela Polícia Federal e pelo Procurador da República, Daniel Azevedo Lôbo. O objetivo é firmar um acordo com os índios de delação premiada, para que a polícia consiga chegar a um número maior de pessoas envolvidas. Os indígenas estão em prisão domiciliar e os outros envolvidos estão presos emCacoal.

Entenda o caso
A Operação Crátons tem como objetivo combater a prática de crimes ambientais ligados à extração e comercialização ilegal de diamantes das terras dos índios Cinta-Larga. A investigação é um desdobramento direto da Operação Lava Jato.

Em Rondônia a investigação foi realizada em seis municípios, sendo Porto Velho, Ouro Preto do Oeste, Machadinho do Oeste, Espigão do Oeste e Cacoal. Além das prisões, foram realizadas também conduções coercitivas, busca e apreensão e entrega de intimações.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com