Microempreendedoras agradecem por Programa de Microcrédito

O programa prevê duas modalidades de crédito. Uma, de R$ 500 a R$ 5 mil e outra de R$ 1 mil até R$ 10 mil, pelo Banco do Povo

Mulheres microempreendedoras cadastradas no Departamento de Políticas Públicas para as Mulheres, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf) de Porto Velho, agradeceram ao prefeito Hildon Chaves pela criação do programa de microcrédito em Porto Velho.

Nesse momento de redução da atividade econômica em decorrência da pandemia do Covid-19, o Executivo municipal, está implementando várias medidas, visando minorar os impactos decorrente do desemprego e também visando auxiliar microempreendedores individuais, como camelôs, ambulantes, autônomos, artesãos e vários outros do setor da pequena indústria, comércio e serviços.

Desde o início da gestão Hildon Chaves que o Departamento de Políticas Públicas para Mulheres (DPPM) teve a preocupação de formar mulheres empreendedoras, principalmente aquelas oriundas de famílias vulneráveis, por entender, explica a diretora do DPPM, Gina Brito, que a mulher ao se capacitar para gerar sua renda, cria sua autonomia econômica e esse é um dos principais passos para tonar-se cidadã plena, empoderada para exigir seus direitos.

EVENTOS

E com esse propósito de criar mulheres empreendedoras o DPPM criou e realizou cursos, treinamentos, palestras, reuniões, projetos, oficinas, encontros e feiras, assim como, firmou-se parceria com instituições públicas e privadas. Formou-se um grupo de mulheres empreendedoras cadastradas no DPPM que conjuntamente produzem e trocam ideias sobre seus trabalhos.

“O programa de microcrédito veio complementar e chegou em boa hora para essas mulheres” disse a diretora do DPPM, Gina Brito.

“Certamente as mulheres empreendedoras que fazem parte da rede do DPPM irão fazer bom proveito do microcrédito para melhorar, ampliar e fortalecer seus pequenos empreendimentos. Agradecemos ao prefeito Hildon Chaves, que teve a sensibilidade de, no momento tão necessário como esse que estamos vivendo, implantar esse programa visando ajudar esse setor da sociedade que realmente está precisando”, disse Gina Brito.

O programa prevê duas modalidades de crédito. A Primeira, de R$ 500 a R$ 5 mil e a segunda de R$ 1 mil até R$ 10 mil, dinheiro que será ofertado pelo Banco do Povo.

A Prefeitura vai subsidiar os juros, ou seja, não tem juros nenhum a quem contrair o empréstimo. O empreendedor terá de 24 até 36 meses para pagar e carência de um ano para iniciar o pagamento.