Take a fresh look at your lifestyle.

Filas em bancos : SEEB diz que Município precisa exigir cumprimento da lei

O presidente do Sindicato dos Bancários (SEEB), Cleiton dos Santos Silva, disse não entender os motivos  que leva  a administração municipal de Porto Velho a não exigir o cumprimento da lei da fila por parte das instituições bancárias. A lei, de autoria do ex.vereador Edson Gasoni, foi criada em 1999, mas até hoje não foi colocada em prática.
A legislação municipal determina que os bancos deverão ser penalizados caso os clientes fiquem na fila por mais de 30 minutos  dias normais e até 45 minutos em dia anterior ou posterior dos finais de semana e feriados.As gerências fazem vista grossa para a determinação- em alguns bancos os clientes chegam a esperarem até duas horas, dependendo do movimento.
Cleiton afirmou que São Paulo, Salvador e Feira da Conquista (Bahia) são exemplos de cidades que cumprem a legislação. Ele disse que bancos de Salvador chegaram ter o alvará cassado para que pudessem cumprir a lei. A lei Gasoni também prevê a cassação do alvará e interdição da instituição caso não estas  resolvam a situação num prazo de 30 dias, a contar a partir do terceiro ato infracional.
A fiscalização pelo cumprimento da legislação é da orçada da Secretaria Municipal da Fazenda(Semfaz). É neste órgão que os clientes devem recorrer caso se sintam lesados.
“ Os bancos estão preocupados apenas com lucros, deixando o cliente em segundo plano”,observou.
Aquele que se  sentir lesado em relação  à qualidade dos serviços disponibilizados pelos bancos podem ligar para o número 08007892345 (Banco Central) para registrarem a reclamação. Ele lembrou  ainda que a população em geral fica “perdida”  sem saber a quem procurar quando se sente prejudicada.


Comentários
Carregando...