ENEM

Redação nota 1000 no ENEM

sábado, 23 de janeiro de 2016

por Mariana Nadai 

Pela primeira vez na história do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 13 candidatos obtiveram mais de mil pontos em uma das áreas do conhecimento. Ao acertarem todas as 45 questões que compõe a prova de matemática, esses estudantes conquistaram 1.008,3 pontos, a nota mais alta já vista no exame – até então, a pontuação mais alta havia sido a do Enem 2014, quando alguns candidatos pontuaram 973,6 também na prova de matemática.

O resultado foi destaque no anúncio feito no último dia 8 de janeiro, pelo Ministério da Educação, sobre a nota do Enem e surpreendeu a maioria dos estudantes que fizeram o exame. Nas redes sociais, muitos candidatos não entendiam como era possível tirar uma nota superior a mil, uma vez que para eles, cada prova podia valer até 1.000 pontos.

A verdade é que as provas podem valer mais do que isso. “Ninguém disse que as provas do Enem podiam valer só até mil pontos. Em algum momento, desde 2009 quando o MEC adotou o TRI (Teoria de Resposta ao Item) para o Enem, alguém deve ter dito isso e ficou no imaginário das pessoas. Até porque, essa nota superior a mil ainda não tinha aparecido”, comenta o professor Dalton Francisco de Andrade, do Departamento de Informática e Estatística da Universidade Federal de Santa Catarina e especialista em TRI.

Como lembrou o professor, a única prova que tem essa variação de zero a mil é a redação, a qual não usa a TRI, mas para as demais, não existe isso. Inclusive, as notas das áreas de conhecimento não são fixas, podem variar de acordo com a prova. “O máximo e o mínimo nas provas das áreas de conhecimento dependem dos tipos de questões que compões as provas, das dificuldades dessas questões, das proficiências cobradas. Não existe padrão”.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual sua opinião sobre a PEC 241, que limita os gastos do Governo Federal ?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com