Take a fresh look at your lifestyle.

Em Ji-Paraná foram registrados mais 100 casos de HIV no ano de 2019

De acordo com dados do Serviço de Assistência Especializada em Infecções Sexualmente Transmissíveis (SAE/IST), a Prefeitura de Ji-Paraná atende atualmente 1225 pessoas com HIV. São pacientes do município e de outros 16, entre Jaru e Costa Marques. Todos estão recebendo tratamento e medicação gratuitamente.

Nesta época de carnaval a Prefeitura está incentivando a população a fazer o teste rápido, um exame gratuito que fica pronto em 20 minutos. Pode detectar o HIV e também hepatites virais e sífilis.

O diagnóstico precoce é muito importante para o tratamento do paciente, segundo a assistente social e diretora do SAE, Poliana Borchardt. Ela explica que em 2019 o número de casos diagnosticado foi significativo.

“Só no ano passado foram registrados 127 novos casos de HIV, 85 de sífilis, três de sífilis congênita, 24 sífilis em gestantes, 70 casos de hepatites B e 70 de hepatite C. A maior parte desses pacientes são jovens de 18 a 35 anos”, explicou a diretora.

Todas as Unidades Básicas de Saúde oferecem o teste rápido. É preciso agendar. O SAE oferece o exame das 7h30 às 16h30 sem agendamento, de segunda a sexta-feira. Fica localizado próximo ao Hospital Municipal, na Rua Porto Velho, bairro Dom Bosco.

“Então não tem desculpa. A pessoa pode vir na hora do almoço ou a hora que achar melhor. Basta trazer um documento com foto e o cartão do SUS. Atendemos demanda espontânea, sem agendamento. Se a pessoa for diagnosticada com uma dessas infecções será acompanhada pelos profissionais do SAE como psicólogo, médico, assistente social, técnico de enfermagem e enfermeiro. O atendimento é humanizado, sigiloso e gratuito”, ressaltou Poliana.

Um dos pacientes atendidos pelo SAE foi o agente de segurança Leidomar Rezende dos Santos. Ele assistiu na Tv local uma reportagem sobre o teste rápido e resolveu fazer. Esta foi a primeira vez que fez o exame. “O resultado ficou pronto rapidinho e graças a Deus não deu nada. A gente acaba não cuidando da saúde como deveria e deixa pra fazer isso com mais idade. Incentivo os jovens a cuidar da saúde desde cedo, pois a prevenção é muito importante”, finalizou Leidomar.

Comentários
Carregando...