Destaque, Ministro Andreazza, Polícia

Pedreiro é acusado de estuprar menina de 10 anos

sexta-feira, 31 de julho de 2009

pedreiro-que-estuprou-meninaO pedreiro Derli Beling, de 36 anos, foi acusado de estuprar uma menina de 10 anos em Ministro Andreazza, o acusado está preso no mini presídio de Cacoal. A prisão de Derli aconteceu na quarta feira por volta das 19h, depois que a garota chegou a casa com sete reais, sua mãe questionou onde ela teria arrumado o dinheiro, depois de muita conversa a garota confessou a sua mãe que Xuxa que é o apelido do acusado teria dado a ela depois de manter relação sexual com ela.

Estupro comprovado

A mãe revoltada com o ocorrido procurou o acusado, que negou o fato. A Polícia Militar foi acionada e conduziu o acusado até a UNISP do município, a garota foi levada ao médico e através de exames ginecológicos foi comprovado que houve penetração peniana na garota. Com isso, foi dada a voz de prisão a Derli, que foi conduzido até delegacia de Defesa da Mulher em Cacoal, onde foi enquadrado no artigo 213 do Código Penal Brasileiro.

Pedreiro acusa padastro

Em entrevista à imprensa de Cacoal, o acusado disse que não fez nada com a garota, e que segundo boatos, o padrasto da garota é quem mantinha relações sexuais com a menina. Segundo Derli, um tio da garota, que suspeitava da atitude do cunhado, pediu que fosse feito exame na garota, o que foi negado pela mãe. A delegada da Delegacia da Mulher de Cacoal disse que o caso continua em investigação, e que só um exame mais detalhado poderá comprovar se o acusado é culpado ou não. Devido às circunstâncias do crime, Derli foi preso em flagrante e recolhido ao presídio.

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com