Agricultura, Destaque, Economia

Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café em Rondônia será lançado dia 12 de maio na capital

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Renata Silva/ Embrapa

No dia 12 de maio será lançado oficialmente o Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café Canéfora (robusta e conilon) do Estado de Rondônia. O evento será realizado em Porto Velho, no Juninho Soft Café – Avenida Farquar, 1623, bairro Panair. O lançamento contará com a presença de autoridades, dos realizadores e parceiros do evento. Houve um pré-lançamento do Concurso no dia 15 de abril em Alvorada d’Oeste – RO e as inscrições iniciaram no dia 2 de maio, nos Escritórios locais da EMATER-RO, distribuídos em todos os municípios do estado. O prazo final é até o dia 30 de junho de 2016.
O objetivo do concurso é identificar, promover e premiar produtores de café canéfora de qualidade, produzidos com sustentabilidade e incentivar a constante melhoria da qualidade como meio eficaz na conquista de mercados e agregação de valor ao café rondoniense. O Concurso é uma realização do Governo do estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado da Agricultura de Rondônia – Seagri, e da EMATER-RO; da Embrapa Rondônia, da Câmara Setorial do Café de Rondônia e da Idaron. São parceiros: Juninho Soft Café, SEBRAE, Programa Café Sustentável, P&A Marketing Consultor SCP Brasil, Amazônia Coffee, Nescafé, entre outros apoiadores desta ação.

Para um dos coordenadores do Concurso e técnico da EMATER-RO, Raphael Cidade, no cenário atual da cafeicultura do estado, com o aumento de produção e produtividade e o uso de café clonal, a qualidade é essencial para alcançar novos mercados e agregar maior valor ao produto. “É fundamental que o produtor esteja estimulado, produzindo mais e com qualidade. Assim, como a tendência é de que a indústria também pague por essa qualidade, tornando os produtores de Rondônia mais competitivos no mercado”, declara.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Rondônia e especialista em qualidade do café, Enrique Alves, o concurso busca premiar e conhecer a excelência do café que é produzido no estado. Ele explica que é uma forma de valorizar os produtores que estão fazendo o trabalho da forma correta, desde o café no campo até às atividades de pós-colheita, como o ponto de colheita correto, secagem na temperatura ideal, evitando a fermentação, entre outros fatores que determinam a qualidade do café, assim como incentivar outros produtores a buscarem a qualidade na produção de café.

“Este concurso pode ser considerado uma semente que está sendo plantada e que demonstra a transformação pela qual Rondônia vem passando na cafeicultura, que segue rumo à excelência na produção de café de qualidade. Rondônia potencialmente possui características de clima e solo que propiciam o pleno desenvolvimento dos frutos e a expressão de características intrínsecas aos frutos e que são desejáveis pelos consumidores, como aroma, acidez, doçura e corpo”, afirma o pesquisador.

Quem pode participar e como?

Todos os cafeicultores do estado de Rondônia poderão se inscrever, com lotes de café canéfora produzidos por eles no ano da safra do concurso. O extensionista da EMATER-RO preencherá a ficha de inscrição e destacará o comprovante de inscrição após a assinatura do produtor com conhecimento e concordância com as normas do regulamento do concurso e entregará ao produtor se a amostra estiver de acordo com o especificado no regulamento. A inscrição para o concurso é isenta de taxas ou qualquer ônus para o participante e é feita apenas nos escritórios locais da EMATER-RO, em todos os municípios do estado.

Para a realização da inscrição o produtor deverá levar uma cópia do RG, CPF e Cadastro Ambiental Rural – CAR, da propriedade onde se localiza a lavoura de café, cujo lote será inscrito no concurso e deverá estar com o Bloco de Notas de Produtor Rural em dia. A amostra representativa do lote participante, que é de 3 litros de café pilado, deverá ser acondicionada em saco de plástico transparente e ou de estopa e ser entregue no escritório local da EMATER-RO do município do respectivo, no ato da inscrição.

O participante deverá ter disponível em sua propriedade um lote contendo cinco sacas de 60 kg de café canéfora pilado, oriunda da coleta da amostra representativa. Os participantes classificados nas etapas regionais devem manter o lote em estoque e em disponibilidade até a data do encerramento do concurso por ocasião da entrega da premiação. O não cumprimento deste item implicará na desclassificação do participante.

Quais os critérios de avaliação?

A avaliação de Sustentabilidade das propriedades será realizada através de um levantamento de informações colhidas em formulário durante a inscrição dos produtores. Os produtores pré-selecionados poderão ser visitados por um técnico da EMATER-RO, para conferência das informações. Os critérios para avaliação da sustentabilidade seguirão o Currículo de Sustentabilidade do Café, do Programa Café Sustentável.

Todas as amostras passarão pela determinação de umidade e serão rejeitadas as amostras que apresentarem, classificação superior ao tipo 8 (360 defeitos). A classificação final será pela melhor qualidade de bebida, tendo como critério: fragrância, aroma, defeitos, acidez, amargor, corpo, sabor residual e adstringência. Outro fator a ser considerado é quanto ao aspecto do produto à secagem e cor, uniformidade e tamanho do grão.

Como será a classificação por região?

Serão classificadas as 20 melhores amostras, sendo as 10 mais bem pontuadas de cada etapa regional (Regional 1 – Territórios Rio Machado, Zona da Mata, Vale do Guaporé e Cone Sul; Regional 2 – Territórios Central, Vale do Jamari e Madeira Mamoré). As 20 melhores amostras de café canéfora serão notificadas e passarão por uma nova coleta de amostra nos lotes representativos. Na fase final, serão classificadas as 3 (três) melhores amostras no âmbito Estadual, as quais serão premiadas.

E a premiação?

A premiação final será realizada no dia 19 de setembro de 2016. Serão premiados os três primeiros colocados do Concurso de Qualidade de Café Canéfora do Estado de Rondônia:
- 1º Lugar: troféu + R$ 3.000,00;
- 2º Lugar: troféu + R$ 2.000,00;
- 3º Lugar: troféu + R$ 1.000,00
Aos 10 participantes melhores classificados será dado o direito de participar do leilão que será organizado pela Comissão Promotora durante a fase final do concurso na cidade de Porto Velho – RO. Nas etapas regionais serão entregues certificados de participação para os produtores que tiverem as 10 melhores classificações e premiados com máquinas/equipamentos e/ou insumos os três melhores colocados.

Mais informações sobre o concurso nos telefones: (69)9263-6689, ou (69) 3219-5021. O regulamento do concurso está disponível no Portal da EMATER – RO, www.emater.ro.gov.br, e da Embrapa Rondônia,www.embrapa.br/rondonia.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual sua opinião sobre a PEC 241, que limita os gastos do Governo Federal ?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com