Auxílio emergencial gastou R$ 223 milhões em pagamentos indevidos

O governo federal analisou dados e fez conclusões sobre o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. O cálculo concluiu que 317.163 servidores públicos receberam o auxílio de R$ 600 indevidamente.

A Controladoria-Geral da União afirmou que os mais de 300 mil servidores receberam um total de R$ 222,9 milhões, apenas mês passado. Para chegar ao número, a CGU fez pesquisa nas bases de dados do auxílio e CPF de servidores públicos municipais, estaduais e do DF. A iniciativa foi feita em parceria com o Ministério da Cidadania. As controladorias-gerais dos estados e tribunais de contas dos estados e municípios também participaram do trabalho.