Agricultura

Pronaf libera R$ 40 mil para produtores de Nova Londrina

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

 

Por meio da parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-RO) e o Banco do Amazônia S/A foi viabilizada aos produtores rurais de Nova Londrina a liberação de crédito rural da Linha Pronaf B. Ao todo, foram liberados 16 projetos, totalizando o montante de R$ 40 mil. Com essa ação, produtores rurais de pequenas propriedades e mão de obra familiar terão mais facilidade para investir nas suas atividades rurais.

A linha de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar da categoria B (Pronaf B) é um microcrédito produtivo rural destinado a agricultores cuja mão de obra seja exclusivamente familiar e tenha uma renda anual que não ultrapasse os R$ 20 mil. O limite para essa linha de crédito é de R$ 2,5 mil por operação, a juros de 0,5% ao ano e prazo de até dois anos para cada financiamento.

O distrito de Nova Londrina, pertencente à região de Ji-Paraná, está a pouco menos de 400 quilômetros de Porto Velho. Colonizado com a chegada de migrantes na Gleba G (localização do atual distrito), a década de 80 foi marcada por conflitos entre colonos/agricultores e a empresa colonizadora, sendo amenizada somente com a intervenção do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) com a implantação do programa de regularização fundiária.

Atraídos pela oportunidade de uma vida melhor, com obtenção de terras e empregos, a expectativa, inicialmente frustrada, ganhou força com a implantação, pelo governo estadual, do Núcleo Urbano de Apoio Rural (Nuar), que possibilitou a instalação de órgãos de desenvolvimento e serviços básicos, como Correios, Emater, Cartório, entre outros. Hoje, com atividade econômica ancorada no setor produtivo, o distrito busca na agricultura familiar o fortalecimento das atividades no campo amparado nas políticas públicas executadas pelos serviços de assistência técnica e extensão rural.

Segundo o supervisor de crédito rural do escritório regional da Emater-RO em Ji-Paraná, Geandro Altoé Seibert, os recursos liberados através da parceria Banco do Amazônia/Emater-RO somaram R$ 40 mil, sendo R$ 2.500 para cada projeto, e serão de grande valia na promoção da melhoria de renda para a família rural. “Com esses recursos, os pequenos produtores rurais terão mais facilidade de investir nas propriedades rurais, buscando melhorar a receita e qualidade de vida dessas famílias, proporcionando mais oportunidade aos pequenos produtores rurais, que não tinham acesso em outras linhas de créditos voltados para agricultura familiar”, explicou.

Publicidade
Publicidade

Enquete

Qual a sua opinião sobre o porte de armas de fogo?

Ver resultados

Loading ... Loading ...

Populares do mês

Publicidade

Fale com o Rondônia digital

para rondodigital@gmail.com